sexta-feira, 29 de março de 2019

28 de março: Alto do Rodrigues completa 56 anos








MPF recomenda que Forças Armadas não comemorem golpe de 1964 no RN


O Ministério Público Federal (MPF) recomendou aos comandos da Base Aérea de Natal, 3º Distrito Naval, 16º Batalhão de Infantaria Motorizada e 7º Batalhão de Engenharia de Combate, todos no RN, que não promovam ou participem de qualquer manifestação pública, em ambientes militares ou fardados, em comemoração ou homenagem ao golpe militar de 31 de março de 1964. 
A iniciativa integra uma ação coordenada, que reúne procuradorias da República em pelo menos 19 estados. 

O MPF também solicitou às unidades militares a adoção de providências para que seus subordinados sigam essa orientação, e que sejam adotadas medidas para identificação de eventuais atos e de seus participantes, com fins de aplicação de punições disciplinares, bem como, comunicação ao MPF para a adoção das providências cabíveis.

Motos com IPVA em atraso poderão ter dívida anistiada pelo Governo

motorcycles standing in the row on asphalt road closeup
Atendendo ao pedido dos deputados Dr. Bernardo, Nelter Queiroz, Raimundo Fernandes e George Soares, a governadora Fátima Bezerra, anunciou que enviará um projeto de lei para a Assembleia Legislativa, que será votado em regime de urgência, anistiando a cobrança do IPVA de todas as motos do estado, até 2018.
“Podemos considerar uma grande vitória, visto que muitas famílias do interior do estado só tem uma motinha como transporte e, muitas vezes, não teve condições de pagar o IPVA, ficando irregulares. Com essa decisão da governadora, eles vão poder andar dentro da lei”, comemorou Dr. Bernardo.
O assunto vem sendo tema nas últimas sessões da Assembleia Legislativa, visto que muitas motos estão sendo apreendidas em muitas cidades do interior do estado.
“Sabemos que é uma questão de segurança pública. Mas é preciso olhar para o mais carente. Quem vai andar em um veículo atrasado por que quer? Fazendo isso a governadora vai estar dando a oportunidade do homem de bem ter sua motinha legalizada e andar dentro da lei”, ressaltou o médico deputado.
O anúncio foi feito durante reunião realizada hoje, 28, em Natal, com a presença do diretor do Detran, Octávio Santiago Filho, Comandante Geral da Polícia, Coronel Alarico, Secretário Estadual de Segurança, Francisco Canindé de Araújo, Secretário Estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, Diretor do DER, Manoel Marques Dantas, além dos deputados Dr. Bernardo Amorim, Nelter Queiroz, Raimundo Fernandes, George Soares e da governadora Fátima Bezerra.

Pataxó foi o primeiro açude do RN a transbordar



Com a antecipação do inverno 2019 no Rio Grande do Norte, os reservatórios estão acumulando água, depois de sete anos de seca no estado.

Após as fortes chuvas que caíram na região do Vale do Açu, o açude Pataxó “sangrou”, para alegria dos que moram na localidade. O reservatório está situado no município de Ipanguaçu, sendo o primeiro açude público do Rio Grande do Norte a transbordar em 2019.

O Pataxó tem capacidade de 15,017 milhões de metros cúbicos, e sua última sangria havia ocorrido em 16 de abril de 2018.

O Pataxó faz parte da bacia hidrográfica do Piranhas/Açu.

A região também integra a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório potiguar, que hoje tem 20% da capacidade total, que é de 2,4 bilhões de metros cúbicos.

Atiradores de Suzano queriam matar desafetos

Cada atirador deveria matar um desafeto antes de dar início ao massacre na Escola Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. Para Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, o alvo seria um vizinho. Já o de Guilherme Tauce Monteiro, de 17 anos: o próprio tio. A série de ataques fazia parte do plano traçado para o último dia 13, quando a dupla promoveu a chacina dentro do colégio.
Segundo as investigações, um eletricista de 25 anos estaria marcado para morrer após brigar com Luiz Henrique no início deste ano. Na manhã do crime, o atirador chegou a ir atrás dele, mas o possível ataque acabou não acontecendo.
Como eram vizinhos, os dois se conheciam desde a infância. "Luiz Henrique vinha agredindo o próprio pai, pois ele o aconselhava a não fazer 'coisas erradas', tais como gastar dinheiro à toa", relata o homem em depoimento à Polícia Civil, obtido pela reportagem. "O depoente precisou intervir para separar a briga entre Luiz e seu pai, quando precisou agredir Luiz."
Depois disso, o atirador tinha "raiva" do vizinho, segundo o documento. Menos de uma semana antes do massacre, eles se cruzaram, por acaso, em um shopping - Guilherme Tauce Monteiro. também estava no local. "Ambos não falaram com o depoente, apenas balançaram a cabeça quando o viram, em sinal negativo."
Às 8h10 do dia 13, cerca de 1h30 antes da tragédia na Raul Brasil, Luiz foi até a casa do eletricista e encontrou o portão trancado. O atirador começou a chamá-lo insistentemente. Ele, no entanto, não atendeu à porta e continuou dormindo. Luiz decidiu ir embora.
Familiares do homem relatam que, quando ele soube que o massacre foi promovido por Luiz, ficou "apavorado". Presumindo que também seria um alvo, fez um boletim de ocorrência e deixou a casa onde mora. "Resolveu comparecer nesta delegacia pois tem medo de que haja mais pessoas engajadas (no massacre)", diz o registro.
O depoimento fundamenta a tese da polícia de que os assassinos planejaram cometer dois homicídios antes de chegar à escola, armados com um revólver 38, uma machadinha e uma besta. O segundo ataque, de fato, aconteceu: Jorge Antônio de Moraes, de 51 anos, recebeu três tiros pelas costas, em uma revendedora de carros, a 750 metros de distância do colégio. Segundo testemunhas, o sobrinho dele, Guilherme Tauce Monteiro, foi o responsável pelos disparos, mas Luiz estava do seu lado na execução.
Moraes era o proprietário da agência e empregou o adolescente. Ele também dava conselhos para o sobrinho, segundo pessoas próximas. À polícia, um familiar declarou que Guilherme Tauce Monteiro foi demitido após "fazer coisas erradas" na revendedora e "ficou revoltado". Depois, chegou a jurar o tio de morte.
Para agentes que atuam no caso, o assassinato de Moraes pode ter evitado que o número de vítimas fosse maior - os primeiros PMs a chegarem à Raul Brasil, na verdade, haviam sido acionados para o caso na agência de carros. Ao todo, sete pessoas morreram no colégio, além dos dois atiradores.
Segundo a investigação, o ataque foi inspirado no massacre de Columbine, nos EUA, que terminou com 15 mortos em 1999 - a meta dos atiradores seria superar esse número. Jogos de videogame e fóruns de ódio na dark web, a parte mais escondida da internet, também teriam influenciado. Um jovem de 17 anos está internado desde a semana passada na Fundação Casa, sob acusação de ajudar no planejamento do atentado. A defesa nega sua participação.
Fonte: Diário de Pernambuco

terça-feira, 26 de março de 2019






VÍDEO: Encurralada, policial à paisana reage a assalto e mata criminoso em São Paulo

Na noite desse domingo (24), uma policial militar reagiu a um assalto e acabou matando o bandido. O caso aconteceu no bairro Butantã, na Zona Oeste de São Paulo.
Uma câmera de segurança captou o momento em que a soldado foi abordada pelo criminoso. No momento, ela estava chegando em casa a pé e estava à paisana.
Pelas imagens é possível ver o instante em que o criminoso sai de dentro de um carro para ir em direção à mulher. Antes de ser atacada, a policial conseguiu pegar uma arma e atirar no homem, que ficou caído na rua.
Após o disparo, o assaltante acabou morrendo no local. O caso foi registrado como tentativa de roubo seguida de resistência e morte decorrente de intervenção policial. O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa irá instaurar um inquérito para apurar a ocorrência.
O Globo e Pleno News

Jovem que esteve participando de evento esse final de semana em Currais Novos se envolve em acidente na volta pra casa

Duas jovens morreram e uma ficou gravemente ferida, após uma colisão entre duas motos em uma rodovia próximo a cidade de Mutuípe na manhã deste domingo (24), por volta das 10h30. As vítima fatais estavam na direção das motos, uma já foi identificada: Vitória Santos, 19 anos, natural de Santo Antônio de Jesus e morava no Capão, zona rural de Laje. A outra vítima fatal tinha o prenome de Cássia e residia em Amargosa.
Vitória morreu no local do acidente, enquanto Cássia, veio a óbito já no HRSAJ (Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus). O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a PRE (Polícia Rodoviária Estadual) estiveram no local para auxiliar para o resgate.
A outra jovem que estava na garupa da moto de Vitória, foi levada gravemente ferida para o HRSAJ (Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus). O estado de saúde desta jovem não foi divulgado.

Ainda de acordo a PRE, a via foi parcialmente interditada até a conclusão do serviço e retirada das motocicletas. ( Foto: Via / Whats’app )
Informações do blog do F. Damião

PM aposentado leva tiro e morre ao tentar evitar assalto a uma adolescente na Zona Oeste de Natal


Um sargento da Polícia Militar aposentado foi morto na manhã desta terça-feira (26), na Zona Oeste de Natal, ao tentar evitar que uma adolescente fosse assaltada por dois homens em uma motocicleta.

O crime aconteceu na Rua Olinda, no bairro de Cidade da Esperança.

Segundo a PM, o sargento Genival Quirino de Oliveira Júnior, de 54 anos, estava saindo de casa, por volta das 6h, quando viu a garota sendo abordada pelos bandidos no meio da rua.
O aposentado teria gritado com os criminosos. Foi quando um deles apontou a arma para o policial e atirou. O disparo acertou a cabeça do sargento, que caiu na varanda de casa.

Após o tiro, os bandidos fugiram. Eles levaram o celular da adolescente, que não foi ferida. Uma ambulância foi chamada, mas o sargento morreu antes de receber atendimento médico.

Detran considera ceder à “Máfia das Emplacadoras” no Rio Grande do Norte


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) estuda ceder às pressões de um grupo de emplacadoras que não conseguiu se credenciar para fornecer o serviço exigido no novo emplacamento do Mercosul.
Na semana passada, o diretor do órgão, Octávio Santiago, reuniu-se com agentes do Ministério Público. O MP recomendou que novo prazo seja aberto para que mais empresas participem do processo de credenciamento do Mercosul, mas o Detran tem alegado que todo o processo foi feito obedecendo às diretrizes nacionais dos órgãos de trânsito, a saber o Denatran.
A possibilidade de o Detran atropelar um processo que ele mesmo fez e dentro da legalidade ocorre no momento em que a Justiça já reconheceu a legalidade dos atos tomados e autorizou o prosseguimento do processo para placas do Mercosul.
Em vigor desde o fim do ano passado, o emplacamento em conformidade com o Mercosul, foi aberto ao longo de 2018 para o credenciamento de todas as empresas que estivessem interessadas, devendo cumprir uma série de exigências que iam sendo publicadas pelo Detran ao longo do ano.


Desembargador determina a soltura de Michel Temer, Moreira Franco e mais seis

Michel Temer foi preso na quinta-feira passada (Foto: BandTV/Divulgação)
O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, determinou que o ex-presidente Michel Temer (MDB) seja solto. A decisão é desta segunda-feira, 25, e favorece também o ex-ministro Moreira Franco; o coronel Lima, amigo de Temer e outras duas pessoas.

Cabe ao desembargador relatar o habeas corpus pedido pelos advogados de Temer e dos demais suspeitos. Os cinco favorecidos pela decisão foram presos preventivamente na quinta-feira passada por pedido da força-tarefa da Lava-Jato no Rio de Janeiro. O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, no Rio, foi quem autorizou as prisões.

Decisões do fim de semana

Inicialmente, foi decidido que o habeas corpus de Temer só seria analisado na quarta-feira, 27, pelo tribunal. A expectativa não se confirmou, no entanto. No fim de semana, a desembargadora Simone Schreiber, que estava de plantão no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, determinou a libertação de dois dos detidos, contra os quais haviam sido cumpridos mandados de prisão temporária: Carlos Jorge Zimmermann e Rodrigo castro Neves. (Com informações Correio Braziliense).

Vereador mordido por jumento quer que delegacia investigue maus-tratos a animais em Natal

O vereador de Natal Sueldo Medeiros (PHS) vai requerer, nesta terça-feira (26), à Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema) que observe a incidência de maus-tratos a animais que circulam pelas vias públicas da capital potiguar. O parlamentar argumentou que a investida de um asinino sofrida por ele que viralizou nas redes sociais poderia ter machucado seriamente uma criança ou um idoso.
“Esse não me parece um comportamento normal desses animais. É possível que seja uma reação a maus-tratos. Eu não me machuquei, mas uma criança ou um idoso poderia ter sofrido graves consequências. A Delegacia precisa observar a questão com atenção, para evitar que problemas dessa natureza aconteçam”, explicou Sueldo.
O animal avançou sobre o braço direito de Sueldo enquanto ele atravessava uma rua no bairro de Tirol. A cena foi registrada por uma câmera de segurança. Apesar de a lei que proíbe a circulação de carroças em Natal entrar em vigor no próximo mês de junho, o vereador afirma que é importante que haja uma ação eficaz da Deprema até a efetivação da nova legislação.

sábado, 23 de março de 2019






Fronteira da Venezuela com o Brasil completa 30 dias fechada


As fronteiras da Venezuela com o Brasil e a Colômbia completam 30 dias de bloqueio neste sábado (23). Em meio a uma disputa pelo poder, divisão política internacional, repressão do governo de Nicolás Maduro contra a população e prejuízos econômicos, a tensão aumenta na América Latina.
A ajuda humanitária solicitada pelo autoproclamado presidente interino Juan Guaidó para o “Dia D” foi frustrada. Maduro anunciou o bloqueio para impedir a entrada dos produtos e, conforme ele, de uma consequente interferência externa na política venezuelana por intermédio dos Estados Unidos.
A suspensão causou conflitos dentro e fora do país, onde venezuelanos foram atacados por tropas de Maduro dentro e fora do país. No Brasil, enquanto chegavam ambulâncias com feridos, uma base militar do país vizinho foi incendiada com coquetéis molotov e bombas de gás lacrimogêneo foram atiradas para dispersar os manifestantes.
Impedidos de atravessar, centenas de pessoas começaram a usar rotas clandestinas para chegar ao Brasil. O fechamento da fronteira também causa prejuízo nas exportações de Roraima e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) promoveu reuniões para acelerar a construção do Linhão de Tucuruí, que insere Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN), ao qual ainda não faz parte e o torna dependente da energia produzida na Venezuela.
Na Colômbia, representantes do Grupo de Lima discutiram alternativas para garantir a democracia ao povo venezuelano. Evento contou com a presença do vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que repetiu a frase de Donald Trump, afirmando que “todas as opções estão à mesa”.
“Correndo contra o tempo o mais rápido possível para poder passar antes que a fronteira feche”, Genson Medina, venezuela.
A declaração de Maduro de que fecharia a fronteira causou correria à população venezuelana. Muitos foram a Pacaraima para comprar e estocar alimentos. Na cidade, empresários registraram aumento de 30% nas vendas às vésperas do fechamento.
Um dia antes do bloqueio, tanques do Exército se movimentaram em Santa Elena de Uairén, cidade venezuelana que faz fronteira com o Brasil, gerando apreensão e insegurança no Sul do país.
“Fechada total e absolutamente até novo aviso”, Nicolás Maduro, presidente da Venezuela.
No dia 21 a fronteira foi fechada pela última vez, às 21h (horário de Brasília). Ela deveria ter sido reaberta às 8h do dia 22, o que não ocorreu. Desde então, militares de Madruro formaram uma linha de frente com o Brasil, impedindo a passagem de pessoas e veículos.
Pela manhã, ambulâncias começam a atravessar com índios venezuelanos feridos. Eles foram atacados por forças de segurança da Venezuela na comunidade indígena em Kumarakapay, distante 80 Km da fronteira. Em busca de ajuda humanitária, foram impedidos pelos militares. Uma mulher morreu e vários foram baleados com armas de fogo e agredidos.
“O clima que estamos percebendo aqui é o de guerra”, Alshelldson de Jesus, diretor-geral do Hospital Délio de Oliveira Tupinambá, em Pacaraima.
As ambulâncias atravessavam a fronteira com destino ao hospital de Pacaraima. Por ser uma unidade de média complexidade, a maioria dos feridos foram transferidos para Boa Vista. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 25 pessoas foram socorridas. Destas, três morreram, 12 receberam alta e 10 permanecem internadas no Hospital Geral de Roraima, na capital.
No dia 22 também aconteceu o show humanitário batizado como “Venezuela Aid Live” na Colômbia. Atrações internacionais como Maná, Alejandro Sanz e Maluma se apresentaram no evento que contou com a presença de Juan Guaidó, que atravessou a fronteira apesar de ter sido proibido pelo governo. Maduro promoveu um show semelhante pelo lado venezuelano.
O “Dia D”
Cerca de 200 toneladas de alimentos e medicamentos, muitos deles doados pelos EUA, foram armazenados na Base Aérea de Boa Vista para serem levados à Venezuela no chamado “Dia D”. Porém, apenas duas carretas com motoristas venezuelanos foram abastecidas com a ajuda e seguiram em direção a fronteira.
G1