sábado, 20 de janeiro de 2018

Lembre-se: Álcool não combina com direção!


É muito fácil garantir uma viagem segura e barata de ida e volta para o bar e para a balada, sem necessidade de colocar vidas em risco. Não vacile no trânsito: se beber, não dirija!

1° MOTOSHOW MACAU - REALIZAÇÃO Tanjão Motopeças DOMINGO (21) CLUBE DA PRAIA DE CAMAPUM MACAU-RN


 (TEXTO TANJÃO MOTO PEÇAS)

Mini-arraia: robô feito de células vivas pode consertar seu coração



Ali Khademhosseini utilizou células cardíacas vivas para criar um robô de 10 mm de comprimento. A criação, que tem o formato similar ao de uma arraia, é capaz de nadar, tanto na água quanto em fluidos mais densos.
Segundo o cientista, além das células cardíacas foram utilizados “dois tipos de biomateriais especializados em suporte estrutural e eletrodos flexíveis”.
E qual seria a utilidade da invenção? Segundo Khademhosseini, a ideia é utilizar a técnica para tratar de pessoas que têm problemas de saúde. “Isso poderia ser usado para fortalecer o tecido muscular do coração e sanar problemas de quem sofre de insuficiência cardíaca”.
Por ora, o pequeno robô ainda não foi testado em seres vivos e nem tem previsão para uso em larga escala.

Advogado de Henrique acusa juiz de imparcialidade e pede troca de comando da operação Manus na Justiça Federal do RN

Pelo terceiro dia consecutivo a Justiça federal ouve testemunhas de acusação da operação Manus, que mantém na prisão o ex-deputado Henrique Alves.

Na lista de ouvidos como testemunhas hoje, o tesoureiro do PMDB, Eurico Alecrim, e ainda Cláudio Porpino, Jerônimo Melo e o vereador de Caicó, Lobão.
A fase de depoimentos termina hoje e continuará em abril, quando serão ouvidos Marcelo Odebrecht, da Odebrech, Ricardo Pernambuco, da OAS, e o doleiro operador do PMDB, Benedito Barbosa da Silva Júnir.
Na audiência de hoje, uma polêmica travada entre o advogado de Henrique e o juiz federal responsável pelo caso.
Veja reportagem da InterTV Cabugi:
A imagem polêmica de Henrique, cumprimentando a imprensa com o polegar de “tudo bem”, registrada há três dias, não foi repetida hoje.
Inserida na reportagem acima, a imagem é de arquivo de 3 dias atrás.
Basta checar a cor do paletó de hoje, em tom azul, e a cor do paletó abaixo, em tom mais escuro.

Criminosos roubam carro dos Correios e levam carteiro no porta-mala em Natal


Um carteiro foi levado na mala do carro dos Correios por dois criminosos armados que o abordaram na Zona Norte de Natal. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar nesta sexta-feira (19) e a ação dos assaltantes foi filmada por câmeras de segurança. Horas depois o veículo foi encontrado com o funcionário dos Correios amarrado do lado de dentro.
Segundo a PM, os bandidos abordaram o carteiro na Rua Marajoara, bairro Nossa Senhora da Apresentação. O vídeo mostra quando os dois criminosos trancam a van dos Correios com outro veículo.
Armados, eles obrigaram o carteiro a descer do automóvel. Em seguida o trancaram no baú da Ducato dos Correios e fugiram no carro. O veículo foi encontrado na cidade de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Dentro dele estava o carteiro, amarrado. A PM não confirmou se os bandidos levaram alguma encomenda que estava sendo levada pelo funcionário.

PREFEITURA CONFIRMA CARNAVAL NA ILHA DE SANTANA EM CAICÓ


A licitação prevista pelo Município de Caicó nesta quarta-feira (17), às 8 horas, na modalidade de concorrência, do tipo maior oferta, para exploração e realização dos festejos culturais do Carnaval 2018 na Ilha de Sant’Ana e no Corredor da Folia deu “deserta”.
Como nenhuma empresa apareceu para concorrer, o Município de Caicó discutiu alternativas para realizar o evento deste ano. O prefeito Batata Araújo esteve reunido com os secretários, para discutir o um plano que possibilite a realização do carnaval.

O Município de Caicó vai realizar licitação na modalidade de concorrência, do tipo maior oferta, visando a permissão de uso precário e a título oneroso de espaço público – solo urbano do Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana e do Corredor da Folia para exploração e realização dos festejos culturais do Carnaval 2018.
O recebimento dos documentos para credenciamento dos representantes das empresas será nesta quarta-feira (17) de janeiro de 2018, às 8 horas, na sala das Licitações, na Avenida Coronel Martiniano, nº 993, Centro, Caicó.
O Carnaval de Caicó é um evento popular cultural, classificado como a maior folia de rua do Rio Grande do Norte; que a cada ano vem ganhando um número cada vez maior de turistas, não só da região Nordeste, mas sim de todo o Brasil e até do exterior.

Polícia Federal diz que Cabral acorrentado e algemado segue ‘protocolo de segurança’

 

Resultado de imagem para Cabral acorrentado e algemado segue ‘protocolo de segurança’Estadão Conteúdo
A Polícia Federal informou ontem, sexta-feira, 19, que seguiu rigorosamente “todos os parâmetros legais” no procedimento de condução do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB), com as mãos algemadas e os pés acorrentados, em Curitiba.
Segundo a assessoria da Diretoria-Geral da PF, quem define as condições da condução é quem a executa – no caso, os agentes que faziam a escolta do emedebista.
Sérgio Cabral foi submetido a exames no Instituto Médico Legal da capital paranaense, antes de ser transferido para o Complexo Médico-Penal de Pinhais, a prisão da Lava Jato – onde estão alguns dos principais alvos da investigação, como o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB-RJ), e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari.
A PF destacou que Cabral “não é um suspeito, é um preso já sentenciado”. O ex-governador acumula 87 anos de condenação em três processos. Segundo a PF, a condução do emedebista “seguiu todas as observações necessárias para sua efetiva execução”.
A PF avalia que “não há nenhum reparo a ser feito” na forma como o ex-governador foi transferido porque “tudo foi realizado dentro dos parâmetros e do protocolo de segurança”. A assessoria da Diretoria-Geral observa que a cautela é exigida diante do “ânimo da população” – com relação a condenados por corrupção, caso de Cabral. A PF disse, ainda, que não pode abrir mão da segurança do próprio prisioneiro em um ambiente público.